Últimos comentários

Eu estava a pouco andando por ...

03/04/2017 @ 14:12:51
por Pedro


Preciso de ajude vcs podem atender ...

13/07/2016 @ 01:15:10
por Giseli Martins


Evite o dreno de energia. *Proteja ...

04/07/2016 @ 14:53:51
por Kirk is out


gostei do texto simples e de ...

02/12/2015 @ 15:28:39
por Pedro Américo Santos de Menezes


não acredito... o paradoxo de deus ...

22/09/2014 @ 18:11:48
por seis tudo come bos**


Calendário

Junho 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
 << < > >>
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Quem está conectado?

Membro: 0
Visitantes: 2

Anúncio

Palavras-chaves (TAGs)

Não há tags neste Blogs

rss Sindicação





24 Nov 2012 - 15:10:52

Obsessão: Causas, Consequências e Tratamento

 
A obsessão é o domínio que alguns Espíritos inferiores logram adquirir sobre outros Espíritos, que se opera por meio da sintonia mental ou influência magnética, em que os fluidos perispirituais exercem papel fundamental.

É um fenômeno que, graças à conscientização de alguns psiquiatras espíritas, vem sendo estudado nos meios acadêmicos, facultando os diagnósticos e os tratamentos de certas enfermidades psíquicas, porém, ainda há muita ignorância no meio científico, razão pela qual, mesmo na atualidade, pessoas são internadas como se fossem loucas, quando não passam de obsidiadas.  Precisam também de tratamento espiritual, sem que o terminam enlouquecendo de fato.

A obsessão apresenta surtos epidêmicos que vêm se acentuando nos últimos tempos, em que “[...] A mente humana abre-se, cada vez mais, para o contato com as expressões invisíveis”, e em que a Humanidade experimenta os efeitos da transição para o mundo de regeneração.  A violência é o sintoma mais declarado dessa epidemia obsessiva que ronda a Humanidade, não só a violência coletiva, via de regra açulada pelo comportamento de massa, mas também a violência individual e também aquela que ocorre na intimidade das famílias ou mesmo nos locais públicos.

A obsessão, alçada à categoria de expiação, funciona também como prova, com vistas ao despertamento do Espírito para novos valores morais.  Todos estamos sujeitos a ela, sejamos ou não espíritas, sejamos ou não médiuns ostensivos.  As obsessões, classificadas por Kardec como simples, fascinação e subjugação, sempre existiram, nominadas, em o Novo Testamento, como “possessão”.

Na obsessão simples, o médium sabe que está sendo assediado por um Espírito perseguidor e este não disfarça.  É um inimigo declarado, do qual é mais fácil se defender.  Por isso, o médium se mantém em guarda e raramente é enganado.  Entretanto, a pessoa não consegue se livrar deste tipo de assédio com facilidade, devido à persistência do obsessor.  Apesar de tudo isso, a obsessão simples pode ser vencida pela própria vítima, sem a ajuda de terceiros, desde que conserve firme a vontade.

Já a fascinação é uma modalidade de obsessão mais acentuada, devido à ilusão produzida pela ação direta do Espírito sobre o pensamento da pessoa, a qual lhe confunde o raciocínio, inibindo a sua capacidade de julgar as comunicações, visto que o fascinado não acredita que esteja sendo iludido.  Toda vigilância é pouca, pois até mesmo os mais instruídos podem se enganados.  Aqui, as consequências da interferência espiritual são mais graves:  o obsessor, extremamente astuto e hipócrita – pois apresenta falsos aspectos de virtude -, convence a vítima a aceitar teorias e idéias absurdas.  A tática principal do obsessor, nesta hipótese, é afastar o obsidiado das pessoas das quais depende para furtar-se ao processo obsessivo ou daqueles que poderiam advertir a vítima do seu erro.

A subjugação, também conhecida como “possessão”, conforme já visto, é outro tipo de obsessão.  Assemelha-se muito à fascinação, porém, aqui, o obsessor atua com maior intensidade, uma vez que manipula o médium não apenas no aspecto psicológico, mas também no aspecto físico, sem que isto implique coabitação corporal permanente.  A subjugação – psicológica ou corporal – é uma interferência do obsessor que paralisa ou anula a vontade e o livre-arbítrio daquele que a sofre e o faz agir contra a própria vontade.

A obsessão pode acontecer de várias maneiras:  de encarnado para encarnado; de desencarnado para desencarnado; de desencarnado para encarnado; de encarnado para desencarnado; auto-obsessão; e obsessão recíproca.

As causas da obsessão variam de acordo com o caráter dos Espíritos envolvidos, mas a raiz dela está sempre nas enfermidades morais, características comuns aos habitantes dos planetas de provas e expiações, como é a Terra, tais quais vingança (muitas vezes de um inimigo do passado), ódio, inveja, orgulho, ira, ciúme, avareza, egoísmo, vaidade, maledicência, etc.

As consequências da obsessão dependem do grau de influência dos Espíritos e do poder de defesa e reação do obsidiado, podendo ir de um simples mal-estar até os desequilíbrios mentais e físicos de todos os matizes.  Nos casos de fascinação e subjugação, se não forem tratadas a tempo, graças ao contato prolongado dos fluidos malsãos com as moléculas do organismo, podem levar à dominação completa, gerando enfermidades orgânicas e psicológicas graves que põem em risco a sanidade e a vida do paciente, caso em que se faz necessário, também, o tratamento médico convencional.

Independente do tipo de obsessão, porém, ela somente se inicia no caso de o obsidiado consentir, seja pela sua invigilância, seja pela sua fraqueza ou por nesta se comprazer.  Daí a importância de o paciente mudar o seu comportamento, que, muitas vezes, é o fomentador da obsessão.  Por isso, a recomendação de Jesus à mulher adúltera igualmente serve a todos nós:  “Vai e não peques mais”, isto é, corrijamo-nos moralmente, evitando reincidir no erro, para que outros obsessores não sejam de novo atraídos pela nossa conduta irrefletida.

Os meios preventivos da obsessão são os mais eficazes e relativamente simples, pois encontram nos ensinamentos de Jesus remédios morais infalíveis, quando seguidos à risca.  A prática do bem em todos os sentidos, a vigilância mental, o estudo, o trabalho, a oração pelo obsessor e por si mesmo, o perdão, a transformação íntima, a substituição de certos hábitos por outros mais elevados, contribuem muito para se evitar a influência dos irmãos infelizes, os quais, mesmo que perseverem com sua presença indesejável, acabam, não raras vezes, mudando de ideia e seguindo os bons exemplos da vítima e, às vezes, até perdoando o desafeto.  Mesmo que o obsessor não se sensibilize com a conduta exemplar, muitas vezes acaba desistindo da perseguição, ao perceber que a vítima não está iludida e que lhe é impossível enganá-la.  Assim, a confiança irrestrita em Deus e nas suas leis imutáveis constitui excelente antídoto contra a obsessão.

Já os casos de obsessão mais graves, uma vez instalados, exigem tratamento especializado, que geralmente são feitos nas reuniões doutrinárias de desobsessão, em que os perseguidores são esclarecidos sobre os problemas que os atormentam, num trabalho de orientação fraterna, com vistas a persuadi-los do erro em que incorrem.

As sessões de exorcismo, que consistem na prática de “expulsar” os chamados “demônios”, por meio de fórmulas e rituais místicos, muito utilizadas no passado e ainda atualmente, embora com menor intensidade, por certas doutrinas religiosas, mostraram-se ineficazes no tratamento da obsessão.  O êxito do tratamento depende mais da autoridade moral do religioso do que de fórmulas ritualísticas ou ordens imperativas para que o Espírito obsessor se afaste.  O Espiritismo não adota essa prática, porque não professa a crença na existência dos “demônios” como seres devotados eternamente ao mal, uma vez que eles nada mais são do que os Espíritos desencarnados (homens e mulheres que viveram na Terra), e ainda não evoluíram, como muitos de nós, e que constituem os enfermos que necessitam de remédio.

O Evangelho no Lar e a água fluidificada também são tratamentos muito eficazes, assim como os passes magnéticos, estes utilizados na Casa Espírita, geralmente empregados em complementação às sessões de evangelização dos Espíritos, com vistas à renovação dos fluidos malsãos que afligem os obsidiados.

Como ensinam os Espíritos, o mais poderoso meio de se combater a influência dos maus Espíritos é lutar, o máximo possível, para conquistar a virtude dos bons.  Enfim, evangelizar-se, pois, no fundo, a obsessão é um problema educativo.  Todos nós, sem exceção, estamos lutando para nos libertar das influências do mal, que, a rigor, reside em nós mesmos.  Sem negligenciar-mos a saúde corporal, devemos dar prioridade à saúde da alma e, assim, como ensinou Jesus, seremos médicos de nós mesmos!

Autor (a):  Christiano Torchi
Reformador (Revista de Espiritismo Cristão) - Federação Espírita Brasileira –
Ano:  127 – Nº 2.160 – Páginas:  31 à 33 - Fevereiro/2009

Livros Pesquisados:
KARDEC, Allan – O Livro dos Médiuns – 8º Edição – Federação Espírita Brasileira (FEB) – Cap.:  23, itens:  237 até 254 – Rio de Janeiro – 2007.

XAVIER, Francisco Cândido – Nos Domínios da Mediunidade – Pelo Espírito de André Luiz – 34ª Edição – 1ª Reimpressão – Cap.:  01 - Federação Espírita Brasileira (FEB) – Rio de Janeiro – 2008.

KARDEC, Allan – Obras Póstumas – 4ª Edição – Parte 1 Manifestações dos Espíritos, § 7, item 56 - Federação Espírita Brasileira (FEB) – Rio de Janeiro – 2007.

XAVIER, Francisco Cândido – Os Mensageiros – Pelo Espírito André Luiz – 45ª Edição – 1ª Reimpressão – Cap.:  05 - Federação Espírita Brasileira (FEB) – Rio de Janeiro – 2008.

KARDEC, Allan – O Evangelho Segundo o Espiritismo – 127ª Edição – Cap.:  03, itens:  01 à 19 - Federação Espírita Brasileira (FEB) – Rio de Janeiro – 2007.

KARDEC, Allan – A Gênese – 52ª Edição – 1ª Reimpressão – Cap.:  14, itens:  45 à 49 - Federação Espírita Brasileira (FEB) – Rio de Janeiro – 2008.

Trechos da Bíblia – Novo Testamento

Marcos, Cap.:  01 Versículos:  21 à 27
LUCAS, Cap.:  4 Versículos:  31 à 41
JOÃO, Cap.:  8 Versículo:  11

Link permanente para o artigo completo

http://conhecimentoespirita.bloggratuito.net/Luz-do-Conhecimento-b1/Obsessao-Causas-Consequencias-e-Tratamento-b1-p276.htm

Comentários

Comentário de: Kirk is out [ Visitante ]
Evite o dreno de energia. *Proteja os chacras da ganganta ate o básico. Que e o principal sistema energético do corpo que entidades parasitarias atacam dia e noite.(comida entra e refugo sai) *Faca saquinhos cheios de cristal grosso ou orgonita redonda e achatada. ORGONITA artefato feito com resina, aparas de metal e cristal (aprenda a fazer) *Para o chacra da garganta encha uma meia comprida com saquinhos e dê um nó. * Fixe saquinhos em uma camiseta do pescoço até em baixo, frente e costas. *Fixe saquinhos em um calção encima dos genitais, períneo e anus. * Use quando necessário. *O alivio e imediato. *Kirk is out
   04/07/2016 @ 14:53:51
Comentário de: wilson [ Visitante ]
Espíritos apegados a Matéria e a Obsessão.


1)No livro Missionários da Luz, André Luiz nos traz um exemplo interessante, mostrando a necessidades que os espíritos de baixa vibração têm de vitalidade, ao ponto de extraí-lo do sangue dos animais mortos em um abatedouro:
\\\\\\\"Pelas vibrações ambientes, reconheci que o lugar era dos mais desagradáveis que conhecera, até então, em minha nova fase de esforço espiritual. Seguindo Alexandre de muito perto, via numerosos grupos de entidades francamente inferiores que se alojavam aqui e ali. DIANTE DO LOCAL EM QUE SE PROCESSAVA A MATANÇA DOS BOVINOS, PERCEBI UM QUADRO ESTARRECEDOR. GRANDE NÚMERO DE DESENCARNADOS, EM LASTIMÁVEIS CONDIÇÕES, ATIRAVAM-SE AOS BORBOTÕES DE SANGUE VIVO, COMO SE PROCURASSEM BEBER O LÍQUIDO EM SEDE DEVORADORA...
Alexandre percebera o assombro doloroso que se apossara de mim e esclareceu-me com serenidade:
- Está observando, André? Estes infelizes irmãos que nos não podem ver, pela deplorável situação de embrutecimento e inferioridade, ESTÃO SUGANDO AS FORÇAS DO PLASMA SANGUÍNEO DOS ANIMAIS. SÃO FAMINTOS QUE CAUSAM PIEDADE.
Poucas vezes, em toda a vida, eu experimentara tamanha repugnância. As cenas mais tristes das zonas inferiores que, até ali, pudera observar, não me haviam impressionado com tamanho amargor.
Desencarnados à procura de alimentos daquela espécie? Matadouro cheio de entidades perversas? Que significava tudo aquilo? Lembrei meus reduzidos estudos de História, remontando-me à época em que as gerações primitivas ofereciam aos supostos deuses o sangue de touros e cabritos. Estaria ali, naquele quadro horripilante, a representação antiga dos sacrifícios em altares de pedra? Deixei que as primeiras impressões me incandescessem o cérebro, a ponto de sentir, como noutro tempo, que minhas idéias vagueavam em turbilhão.
Alexandre, contudo, solícito como sempre, acercou-se mais carinhosamente de mim e explicou:
- Porque tamanha sensação de pavor, meu amigo? Saia de si mesmo, quebre a concha da interpretação pessoal e venha para o campo largo da justificação. Não visitamos, nós ambos, na esfera da Crosta, os açougues mais diversos? Lembro-me de que em meu antigo lar terrestre havia sempre grande contentamento familiar pela matança dos porcos. A carcaça de carne e gordura significava abundância da cozinha e conforto do estômago. COM O MESMO DIREITO, ACERCAM-SE OS DESENCARNADOS, TÃO INFERIORES QUANTO JÁ O FOMOS, DOS ANIMAIS MORTOS, CUJO SANGUE FUMEGANTE LHES OFERECE VIGOROSOS ELEMENTOS VITAIS. Sem dúvida, o quadro é lastimável; não nos compete, porém, lavrar as condenações. Cada coisa, cada ser, cada alma, permanece no processo evolutivo que lhe é próprio. E se já passamos pelas estações inferiores, compreendendo como é difícil a melhoria no plano de elevação, devemos guardar a disposição legítima de auxiliar sempre, mobilizando as melhores possibilidades ao nosso alcance, a serviço do próximo.”
A EXPLICAÇÃO DADA PELO INSTRUTOR QUE ACOMPANHAVA ANDRÉ LUIZ É PROFUNDA, MOSTRANDO O O PORQUÊ DO SACRIFÍCIO DE ANIMAIS EM CERTOS RITUAIS DE QUIMBANDA E CANDOMBLÉ.
Nessas explicações na obra de Andre Luiz, vemos que o objetivo dos espíritos desencarnados de baixo padrão vibratório é absorver os fluidos vitais do sangue do animais que são sacrificados nesses centros de candomblé e quimbanda, existe alguns centros de umbanda sem estudo que pratica também esses sacrifícios.
O objetivo é o Vampirismo psíquico praticado por espíritos inferiores de baixas vibrações mentais e morais, da mesma forma esses espíritos atrasados absorvem os fluidos da nicotina e da bebida dos encarnados que se entregam a esses vícios deprimentes.
Os espíritos elevados ou espíritos de luz não possuem necessidades matérias e nem apego as coisas matérias, eles estão moralmente depurados dessas coisas.
Os espíritos de luz estão num padrão vibratório elevado livre das paixões matérias e desejos e vícios terrenos.
Somente espíritos inferiores de baixas vibrações mentais e morais, podem precisar ou pedir coisas matérias como, cigarros, cachaça, charutos e sacrifícios de pobres animais.

2) Os espíritos inferiores possuem um perispirito denso e grosseiro de baixas vibrações, isso faz esses espíritos sentirem sensações matérias, eles sentem vontade de fumar, beber, comer, transar, devido a densidade fluídica de seus perispiritos, os espíritos de luz possuem um perispirito sutil, luminoso, leve, eles estão livres dos atrativos matérias.
Os espíritos desencarnados ainda apegados as necessidades matérias, não possuem mais seus corpos físicos para saciarem seus desejos e vícios, portanto, eles vão procurar algum encarnado que possuem os vícios de fumar, beber, usar drogas e vão usar essas pessoas como prolongamentos vivos para seus desejos mórbidos.
Eles vão encostar o seu corpo fluídico no corpo fluídico do encarnado que esta bebendo, fumando ou usando drogas, e absorvem as emanações fluídicas dessas substancias, é o vampirismo espiritual.
Imaginemos agora um médium que usa cigarros, charutos, cachaça, perguntamos, que tipo de espíritos desencarnados ele vai atrair pela sintonia???
Vai atrair certamente espíritos que gostam também da bebida e do fumo, espíritos inferiores ainda condicionados as coisas matérias.
Vejamos uma observação muito importante de Raul Teixeira sobre essa questão.

Nós espíritas pensamos o seguinte: ESPÍRITOS QUE PEDEM CHARUTO, BEBIDAS ALCOÓLICAS, COMIDA, SANGUE DE UM IRMÃO INFERIOR (ANIMAL) OU MESMO HUMANO, QUE PARTICIPAM DE TRABALHOS DE VINGANÇA OU OUTRA MALDADE QUALQUER, PRECISAM DE ESCLARECIMENTO CRISTÃO. ELES AINDA ESTÃO APEGADOS À COISAS MATERIAIS E SENTIMENTOS INFERIORES. Seria incoerente falarmos de Jesus e nos propor fazer maldade seja lá a quem for. Como podemos pedir ajuda a quem precisa de ajuda? Se Espíritos resolvessem problemas, Chico Xavier, que foi muito mais merecedor que muitos de nós, não teria sofrido com doenças e problemas. Já que vivia em contato direto com eles. Então, sigamos o conselho do apóstolo Paulo:\\\\\\\"Não creiais em todos os espíritos, mas examinai se eles são de Deus.\\\\\\\" (João 4:1). Paulo sabia que todos os Espíritos são de Deus, mas o propósito de alguns não são divino. Por isso, precisamos ter cuidado para não nos confundirmos, não nos aliarmos, não incentivarmos, não nos comprometermos com a lei divina. O Espiritismo é uma doutrina sem sacerdotes, sem dogmas, sem rituais, não adota em suas reuniões e em suas práticas qualquer tipo de paramentos ou vestes especiais (as vestes brancas devem ser as que nos cobrem o espírito e o nosso perispírito); não utilizamos sal grosso, plantas, amuletos, etc. (porque o nosso coração é nosso escudo, quando nele mora o amor); não adotamos cálice com vinho ou bebidas alcoólica (os espíritas não devem alimentar o vício do álcool nem do fumo, porque precisamos estar lúcidos para apreciar a beleza da vida); não utilizamos incenso, mirra, velas (porque são coisas materiais e nós usamos a prece para nos sustentar o espírito); não temos altares, imagens, andores, procissões, pagamento pelos trabalhos espirituais, talismãs, sacrifício animal, santinhos, administração de indulgências, confecção de horóscopos, exercício da cartomancia, quiromancia, astrologia, numerologia, cromoterapia, pagamento de promessas, despachos, riscos de cruzes e pontos, não temos curas espirituais com cortes, orações milagrosas para resolver problemas sentimentais, financeiros, etc.


Vou realçar essa observação do Raul Teixeira.
Nós espíritas pensamos o seguinte: ESPÍRITOS QUE PEDEM CHARUTO, BEBIDAS ALCOÓLICAS, COMIDA, SANGUE DE UM IRMÃO INFERIOR (ANIMAL) OU MESMO HUMANO, QUE PARTICIPAM DE TRABALHOS DE VINGANÇA OU OUTRA MALDADE QUALQUER, PRECISAM DE ESCLARECIMENTO CRISTÃO. ELES AINDA ESTÃO APEGADOS À COISAS MATERIAIS E SENTIMENTOS INFERIORES.

Nessas observações do Raul Teixeira, vemos que somente espíritos materializados apegados as sensações matérias é que pedem essas coisas como, bebida, cigarros, charutos, despachos e sacrifícios de pobres animais.
Os espíritos de luz não necessitam de coisas matérias.
Isso é lógico e racional basta estudar o Espiritismo para ver essa Verdade.

Perguntamos.
Raul Teixeira esta errado ou certo nessa observação??????
Qual a sua resposta?????

Muitas entidades que trabalham nesses lugares estão muito materializadas e condicionadas a vida terrena, querem manter as sensações da matéria, querem beber, fumar e até transar.
Esses espíritos viciosos encostam o seu perispirito no perispirito do encarnado que esta bebendo, fumando ou transando e passam a sentir as mesmas coisas, é o chamado encosto.

3) O que vai atrair os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do mundo invisível, são os vícios morais e os vícios físicos.
Os vícios morais são basicamente os maus pensamentos, maus desejos, sentimentos impuros de ódio, raiva, inveja, ciúmes, rancor, medo, fanatismo, desejos de vingança, racismo, desonestidade, irritações etc...
Os vícios físicos são os vícios de beber, fumar, usar drogas, o jogo a gula e o sexo descontrolado sem elevação moral.
Nós atraímos os espíritos desencarnados conforme as nossas condições morais e mentais.
A defesa psíquica contra os maus espíritos esta em nossos Pensamentos elevados, positivos e nobres e na pratica sincera do bem e das virtudes.
Como disse Herculano Pires.
COMPREENDA QUE A OBSESSÃO É UM ESTADO DE SINTONIA DA SUA MENTE COM MENTES DESEQUILIBRADAS.
CORTE ESSA SINTONIA LIGANDO-SE A PENSAMENTOS BONS E ALEGRES.
REPILA AS IDÉIAS MÁS.
COMPREENDA QUE VOCÊ NASCEU PARA SER BOM E NORMAL.
AS MÁS IDÉIAS E OS MAUS PENDORES EXISTEM PARA VOCÊ VENCÊ-LOS, NUNCA PARA SE ENTREGAR.


4) Os maus espíritos não possuem nenhum poder sobre as pessoas de bem, que cultivam pensamentos elevados, a prece sincera, são corretas e honestas, são dignas e caridosas, essas pessoas pela sua elevação moral repelem naturalmente os espíritos obsessores e atraem pela sintonia os espíritos de luz.
O Bem atraindo o Bem.
O mundo invisível também conhecido como o mundo espiritual ou plano astral é o mundo habitado pelos espíritos desencarnados, esse mundo é invisível aos olhos físicos mais ele existe ele é real muito real.
Esse plano espiritual ou extra físico exerce uma influencia muito grande sobre as pessoas, tudo nesse plano é regulado pela Lei das atrações psíquicas ou sintonia vibratória.
Os iguais se atraem e os diferentes se repelem.
As pessoas que cultivam maus pensamentos e sentimentos impuros de ódio, raiva, ciúmes, inveja, falsidade, racismo, desonestidade, desejos de vingança, são arrogantes e maliciosos, estão sempre em sintonia com espíritos desencarnados que pensam e sentem a mesma coisa, os semelhantes atraindo os semelhantes, essa é a Lei das atrações psíquicas.
As pessoas boas, corretas, honestas, cordiais, educadas, trabalhadoras, caridosas, solidarias, que procuram ajudar os necessitados, procuram ajudar os animais, procuram cultivar pensamentos elevados e puros e a prece sincera, essas pessoas estão atraindo pela sintonia vibratória dos pensamentos os Espiritos de Luz, os Espiritos Superiores.
Tudo depende somente dos nossos pensamentos e da nossa Conduta Moral.
Como disse o Mestre Jesus, o ser conforme pensar assim será.
Nós somos o que pensamos.

Os maus espíritos não conseguem entrar em sintonia vibratória com as pessoas que estão vibrando bons pensamentos e bons sentimentos, a melhor defesa psíquica contra os maus espíritos esta exatamente em nossa melhoria moral e mental.
Não adianta usar velas, imagens de santos, amuletos, talismã, roupas brancas, terços, palavras sacramentais, sinais cabalísticos, exorcismos, nada disso funciona, é nos pensamentos puros, nobres, elevados, e na pratica sincera do Bem, do amor e das virtudes que esta a proteção contra os maus espíritos.

5) Sobre esses espíritos que pedem velas, charutos, cachaça, cigarros, despachos, são na realidade espíritos ainda apegados a matéria e aos vícios e desejos terrenos, espíritos moralmente atrasados e muitos desses espíritos podem ser maldosos, vingativos e obsessores.
Esses espíritos que se apresentam como exu, pomba gira, caboclos, preto velhos, ciganos são espíritos condicionados as sensações matérias, espíritos sem esclarecimentos, apegados a matéria.
Os espíritos de luz jamais vão pedir, velas, cigarros, charutos, cachaça, vinho, despachos ou sacrifícios de inocentes animais, isso é lógico, basta pensar e raciocinar.

Respostas sobre UMBANDA É CANDOMBLÉ dadas pelo médium mineiro CHICO XAVIER no programa Pinga Fogo de 1971
UMBANDA
Pergunta: Quem são os “pretos-velhos”, “exus” e “pombas-giras” que incorporam na Umbanda? Se são espíritos de luz, por que há necessidade de cigarro, cachaça e sons barulhentos?
Resposta: PARA ESPÍRITOS DE LUZ, OU SEJA, ESPÍRITOS SUPERIORES E PUROS, NÃO EXISTEM NECESSIDADES MATERIAIS. Os espíritos que trabalham nos terreiros, em sua grande maioria, são aqueles que ainda guardam grandes necessidades das sensações terrenas e por isso usam os médiuns para absorvelas; quando não têm, fazem-no através dos despachos. São, na classificação da Doutrina Espírita, chamados de espíritos mais simples. É claro que existem aqueles outros que, mesmo tendo condição moral mais elevada, manifestam-se nos terreiros de Umbanda, guardando os procedimentos ali adotados.

CANDOMBLÉ
Pergunta: Qual a diferença entre as entidades de luz da Doutrina Kardecista e os orixás do Candomblé, que são reverenciados em seus templos com bons pratos, roupas tradicionais e músicas? Isso não seria prendê-los ao materialismo?
Resposta: Primeiro; devemos esclarecer que a Doutrina não é Kardecista e sim dos Espíritos. Allan Kardec foi o codificador dessa Doutrina, ou seja, através de método científico, reuniu e compilou, com a ajuda de vários médiuns, as informações que hoje conhecemos editadas nos livros básicos da Doutrina Espírita.
Quanto à diferença entre “entidades de luz”, ou seja, espíritos de luz e os orixás do Candomblé; esta reside no fato de QUE OS ESPÍRITOS DE LUZ ENCONTRAM-SE EM ELEVADA CONDIÇÃO DE EVOLUÇÃO MORAL, ESTANDO, PORTANTO, LIVRES DAS SENSAÇÕES MATERIAIS.
SEM DÚVIDA QUE AS OFERENDAS QUE RECEBEM OS “ORIXÁS” OS PRENDEM À MATÉRIA.
Da Obra “Plantão De Respostas “ – Emmanuel E Francisco Cândido Xavier.

Emmanuel é bem claro, somente espíritos apegados as sensações matérias é que pedem cigarros, charutos, cachaça e despachos, ou seja, espíritos atrasados.
Perguntamos.
Emmanuel esta certo ou errado nessa questão??????

Os Espíritos de Luz ou os Espíritos Superiores e Elevados não possuem necessidades matérias, eles estão moralmente depurados.
Os Espíritos de Luz possuem sempre uma Linguagem pura, digna, elevada, nobre, lógica e sublime de moralidade e seus ensinamentos visam sempre a melhoria Moral e espiritual das pessoas.
Os Espíritos Elevados são Virtuosos em seus ensinamentos.
Eles pregam o Bem, a caridade, o amor, a elevação moral, a disciplina, a ordem, as virtudes.
Os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores possuem sempre uma Linguagem moralmente pesada, grosseira, ímpia, agressiva, maliciosa, sem lógica e sem elevação moral.
E suas mensagens só tratam de assuntos matérias vulgares.
Os Espiritos de Luz jamais vão pedir coisas matérias, como velas, despachos, cachaça, charutos, farofa e sacrifícios de animais.
Somente espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos é que pedem tais absurdos.


6)Na obra Nos Domínios da Mediunidade pelo espírito de Andre Luiz, psicografado por Chico Xavier, encontramos esses trecho.

\\\\\\\"...As emanações do ambiente produziam em nós indefinível mal-estar.
JUNTO DE FUMANTES E BEBEDORES INVETERADOS, CRIATURAS DESENCARNADAS DE TRISTE FEIÇÃO SE DEMORAVAM EXPECTANTES.
ALGUMAS SORVIAM AS BAFORADAS DE FUMO ARREMESSADAS AO AR, AINDA AQUECIDAS PELO CALOR DOS PULMÕES QUE AS EXPULSAVAM, NISSO ENCONTRANDO ALEGRIA E ALIMENTO. OUTRAS ASPIRAVAM O HÁLITO DE ALCOÓLATRAS IMPENITENTES.
Indicando-as, informou o orientador:
— Muitos de nossos irmãos, que já se desvencilharam do vaso carnal, se apegam com tamanho desvario às sensações da experiência física, que se cosem àqueles nossos amigos terrestres temporariamente desequilibrados nos desagradáveis costumes por que se deixam influenciar.
— Mas por que mergulhar, dessa forma, em prazeres dessa espécie?
— Hilário — disse o Assistente, bondoso —, O QUE A VIDA COMEÇOU, A MORTE CONTINUA... ESSES NOSSOS COMPANHEIROS SITUARAM A MENTE NOS APETITES MAIS BAIXOS DO MUNDO, ALIMENTANDO-SE COM UM TIPO DE EMOÇÕES QUE OS LOCALIZA NA VIZINHANÇA DA ANIMALIDADE. Não obstante haverem frequentado santuários religiosos, não se preocuparam em atender aos princípios da fé que abraçaram, acreditando que a existência devia ser para eles o culto de satisfações menos dignas, com a exaltação dos mais astuciosos e dos mais fortes. O chamamento da morte encontrou-os na esfera de impressões delituosas e escuras e, como é da Lei que cada alma receba da vida de conformidade com aquilo que dá, NÃO ENCONTRAM INTERESSE SENÃO NOS LUGARES ONDE PODEM NUTRIR AS ILUSÕES QUE LHES SÃO PECULIARES, PORQUANTO, NA POSIÇÃO EM QUE SE VEEM, TEMEM A VERDADE E ABOMINAM-NA, PROCEDENDO COMO A CORUJA QUE FOGE À LUZ...\\\\\\\"
Essa observação colocada por Andre Luiz, mostra que são os espiritos apegados a materia e aos vícios, que se utilizam dos encarnados viciosos, para absorverem os fluidos da nicotina e da bebida, portanto, esses espíritos desencarnados que pedem bebidas, fumo, charutos e despachos, são espíritos presos as paixões e vícios matérias, espíritos de baixa evolução moral, eles estão numa faixa vibratória muito densa e grosseira.
Como disse Andre Luiz.
JUNTO DE FUMANTES E BEBEDORES INVETERADOS, CRIATURAS DESENCARNADAS DE TRISTE FEIÇÃO SE DEMORAVAM EXPECTANTES.
ALGUMAS SORVIAM AS BAFORADAS DE FUMO ARREMESSADAS AO AR, AINDA AQUECIDAS PELO CALOR DOS PULMÕES QUE AS EXPULSAVAM, NISSO ENCONTRANDO ALEGRIA E ALIMENTO. OUTRAS ASPIRAVAM O HÁLITO DE ALCOÓLATRAS IMPENITENTES.

Emmanuel orienta as pessoas abandonarem o cigarro, vejamos.

Um irmão, que fumava 100 cigarros por dia, pediu um conselho ao Espírito de Emmanuel sobre o hábito pernicioso a que se entregava, e o Mentor espiritual atendeu-o, exclamando:
— Melhoremos a nós mesmos, meu filho.
Disse o consulente:
— Eu... eu desejava um conselho mais direto.
— Fume menos...
— Ora essa! o que desejo é uma resposta positiva...
Emmanuel, então, endereçou-lhe as seguintes palavras:
— Meu amigo, entre fumar e não fumar, é melhor não fumar. ENTRETANTO, SE VOCÊ PRETENDE FAZER ALGUMA COISA PIOR, CONTINUE FUMANDO...
(Do livro \\\\\\\"Lindos Casos de Chico Xavier, 92, Ramiro Gama)

Vamos analisar o seguinte, como pode certos umbandistas falar que a bebida alcoólica e o fumo são necessários para os trabalhos espirituais, se o Espiritismo mostra que o uso dessas substancias são NOCIVAS para os encarnados e os desencarnados.
Existe alguma coisa positiva em beber e fumar????
Os espíritos de Luz precisam de álcool, cigarros, charutos, velas e despachos???


Wilson na busca da Verdade .
   14/06/2014 @ 17:43:31
Comentário de: wilson [ Visitante ]
Ola meus amigos.
Todas as religiões são de origem humana e como tal apresenta coisas certas e erradas, coisas positivas e negativas, coisas boas e ruins.
No mundo espiritual ou plano astral não existem religiões, nem raças e nem partidos políticos, religião é uma coisa que pertence ao mundo terra, na desencarnação o espírito humano abandona as suas condições matérias.
Existe espíritos desencarnados apegados a matéria e a vida terrena, eles mantém seus pensamentos ligados as coisas matérias, podemos encontrar no plano astral inferior católicos desencarnados, evangélicos desencarnados, espíritas desencarnados, umbandistas desencarnados, são espíritos ainda apegados a vida material que levaram na sua ultima encarnação.
Não é a religião que vai melhorar o ser humano e sim a PRATICA das virtudes, da caridade, do amor, da honestidade, da fraternidade, ser educado, cordial, amar e respeitar os animais, ajudar os necessitados, cultivar pensamentos elevados e nobres, combater os vícios e maus desejos.
Temos que trilhar o caminho do Bem e das Virtudes, sem isso ficaremos travados no processo evolutivo.
Ninguém vai conseguir se melhorar moralmente e espiritualmente sendo falso, desonesto, arrogante, picareta, malandro, racista, vicioso, evolução espiritual é aprimoramento moral.

São as Virtudes que vai depurar os espíritos humanos, não adianta usar velas, amuletos, talismã, despachos, roupas brancas, imagens de santos ou de Jesus.
Essas coisas não funcionam, coisas matérias não depuram o espírito, somente as VIRTUDES vão melhorar e depurar o ser humano.
Religião é nosso comportamento moral reto é ser forte e ético para lutar e vencer na vida.
Não existe religião divina e perfeita, todas são criações humanas, criadas pela mente limitada dos homens.
A melhor religião é aquela que promove o bem, a caridade, a honestidade, o respeito pela vida, o respeito pelos animais, as virtudes, a justiça, a moralidade, a paz.
Portanto, as VIRTUDES são superiores as religiões.

Sobre o assunto do tópico, esses espíritos que pedem bebidas alcoólicas, cigarros, charutos, despachos, velas e sacrifícios de animais, são espíritos ignorantes apegados a matéria e aos vícios e desejos terrenos, espíritos sem luz sem esclarecimentos.
Os espíritos de luz estão apegados as Virtudes, essa é a diferença.
Cuidado com essas entidades que bebem e fumam, são espíritos enganadores, espertos, malandros, mentirosos, sabem manipular a linguagem e as palavras para seduzir e mistificar.
Evitem o contato com esses espíritos inferiores.
Para afastar os maus espíritos só existe um caminho, cultivar pensamentos elevados, positivos e firmes no Bem e praticar as virtudes.

O melhor amuleto ou talismã que existe para afastar os maus espíritos e as energias negativas do plano astral, são os amuletos dos pensamentos elevados e positivos, firmes no bem.
Pensamentos positivos e nobres repelem os trabalhos de bruxaria, macumbas e magia negra, essas superstições e crendices não servem para nada de útil, criam pessoas supersticiosas e fracas, que serão um alvo fácil para os espíritos inferiores do mundo invisível.
Eles querem exatamente isso pessoas fracas que buscam a força em rituais ridículos, velas, amuletos, despachos, imagens de santos ou anjos, nada disso funciona, a força espiritual esta dentro de ti mesmo em seus pensamentos.
Nós somos o que pensamos e atraímos pelos pensamentos bons ou maus espíritos, pensamentos de fraqueza, medo, ódio, revolta, rancor, desespero, superstições vai nos enfraquecer espiritualmente e os maus espíritos se aproximam pela sintonia mental, eles se aproveitam das nossas fraquezas que são os maus pensamentos, vícios e superstições.
Roupas brancas, velas, amuletos, talismã, sinais cabalísticos, são fantasias místicas, tudo reside na sintonia vibratória dos pensamentos.
Disse Jesus, o ser conforme pensar assim será.

Vamos reconhecer a elevação dos espíritos desencarnados pela sua Linguagem e pelos seus ensinamentos.
Os Espíritos de Luz ou Espíritos Elevados possuem sempre uma Linguagem moralmente limpa e elevada.
Os Espíritos Elevados possuem uma Linguagem pura, digna, nobre, lógica, isenta de vulgaridades e expressões grosseiras, sua Linguagem é sempre Moralizadora incentivando as pessoas a seguirem o Caminho do Bem e das Virtudes.
Os espíritos inferiores possuem uma Linguagem moralmente pesada e grosseira, sua linguagem reflete as paixões e vícios humanos, como, o ódio, a revolta, o rancor, o medo, o fanatismo, desejos de vingança, apego aos vícios de beber e fumar e outros vícios como a gula, o jogo e as drogas, esses espíritos inferiores estão na atmosfera terrena tentando viver entre os encarnados.
Os encarnados que possuem maus pensamentos, maus desejos, vícios, e tem uma vontade fraca, são os mais visados por esses espíritos inferiores e obsessores da atmosfera terrena, eles procuram intuir ou inspirar maus pensamentos e vícios na mente das pessoas.
Para afastar esses maus espíritos, temos que cultivar uma vida terrena digna, correta, honesta, com pensamentos elevados e positivos e procurar sempre combater os maus pensamentos, os maus desejos, os vícios.
A nossa Conduta Moral tem que ser Reta no Cristo.
Dessa forma os maus espíritos não conseguem se sintonizar com a nossa mente estamos vibrando em outra faixa, a proteção espiritual quem faz é a própria pessoa, conforme a sua forma de pensar, sentir e agir.
Tudo depende dos nossos pensamentos, sentimentos e atitudes.
Uma outra questão muito importante.
TODA COMUNICAÇÃO DADA PELOS ESPIRITOS DESENCARNADOS, TEM QUE PASSAR PELO CRIVO SEVERO DA RAZÃO E DA LÓGICA PARA PODER SER ACEITO.
QUALQUER OFENSA A RAZÃO, A LÓGICA E A MORAL ELEVADA, DEVE SER RIGOROSAMENTE REJEITADO, SEJA QUAL FOR O NOME DADO PELO ESPÍRITO COMUNICANTE.
EXISTE MUITOS ESPIRITOS EMBUSTEIROS, MENTIROSOS, HIPÓCRITAS E MISTIFICADORES NO MUNDO ESPIRITUAL, DEVEMOS TOMAR MUITO CUIDADO.

Wilson Moreno na busca da Verdade.
   14/06/2014 @ 17:36:43
Comentário de: lululala [ Visitante ]
Evite o dreno energético: cubra os chackras (ou a parte atacada)com o material refletivo dos sacos de comidas secas de supermercado (aqueles metálicos brilhantes por dentro) Use roupas e pijamas brancos. Fortaleça a aura: Coma um dente de alho cru por dia (pode fatiar e engolir) Orgonita (Kriptonita de vampiro): resina orgânica+ aparas de metal + cristais
   23/05/2014 @ 12:24:33
Comentário de: rosanemerat [ Membro ]
Em relação ao comentários feitos por Wilson Moreno sobre o artigo postado \\\"Obsessão: Causas, Consequências e Tratamento\\\" do dia 24/11/2012. Fiquei muito feliz pelo comentário e também pela forma lúcida como expõe o seu ponto em relação ao assunto. Sempre que tiver oportunidade e interesse, pode deixar os seus comentários sobre qualquer artigo postado. Obrigada pela visita e por seu comentário. Rosane Merat
   09/02/2014 @ 23:33:24
Comentário de: Wilson [ Visitante ]
A Obsessão e o Livre arbítrio
1)Pelo livre arbítrio eu tenho a liberdade de pensar, sentir e agir.
Quem controla meus pensamentos, meus sentimentos e minhas atitudes sou eu.
Isso se chama livre arbítrio, é a liberdade que eu tenho para guiar minha vida.
Nenhum espírito desencarnado pode anular meu livre arbítrio ou controlar minha mente, quando os espíritos perturbadores e obsessores conseguem influenciar a mente de uma pessoa, é por que ela PERMITIU, mediante as suas imperfeições morais, maus pensamentos, maus sentimentos, vícios, maus hábitos, ela atraiu pela sintonia vibratória esses espíritos perturbadores e maldosos.
Vejamos a Metáfora do vampiro.
Um vampiro só pode entrar em sua casa quando você o convida.
Da mesma forma, os maus espíritos só podem entrar em nossa casa mental, quando, convidamos eles, pelos nossos maus pensamentos, vícios, maus desejos, maus hábitos, vamos atrair o que cultivamos internamente em nosso Espirito.
Atraímos externamente aquilo que cultivamos internamente.
Se eu sou o dono dos meus pensamentos, sentimentos e atitudes, eu posso e devo, controlar a minha vida.
Nenhum espírito obsessor pode controlar a nossa mente, quando estamos vibrando bons pensamentos e bons sentimentos, as vibrações positivas vão afastar as vibrações negativas e atrair outras vibrações positivas, os semelhantes atraindo os semelhantes.
O bem atrai o bem.
O mal atrai o mal.
Pelo uso correto do Livre arbítrio eu vou afastar os maus espíritos, vamos concluir, que a obsessão é causada pelo uso errado do livre arbítrio
Quando eu uso meu livre arbítrio para praticar o bem e as virtudes, cultivando pensamentos elevados e nobres, quando eu procuro combater as minhas imperfeições morais, eu estou elevando o meu PADRÃO VIBRATÓRIO e dessa forma vou afastar as vibrações pesadas e negativas dos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores.
Vibrações com freqüências diferentes se repelem, vibrações com freqüências iguais se atraem, essa é a Lei da Sintonia vibratória, que o ser humano pratica com seus pensamentos.
Os espíritos obsessores não tem nenhum poder sobre as pessoas de Bem, somos nós que damos para eles esse poder, quando entramos em sintonia com eles.
Vamos também concluir, que a proteção espiritual quem faz é a própria pessoa, conforme seus pensamentos e conduta moral, não adianta usar velas, amuletos, talismã, roupas brancas, imagens, nada disso funciona, somente nossos Pensamentos e sentimentos é que tem valor.
Também não existe o Jesus salvador, proteções divinas milagrosas, para nos salvar ou proteger, pela Lei de Causas e efeitos, vamos colher o que plantamos pelos nossos pensamentos, sentimentos e atitudes.
Quem planta pimenta vai colher pimenta, somos livres para semearmos mais a colheita é obrigatória.
Quem planta colhe.
Quem planta maus pensamentos, vícios, ódios, raiva, inveja, falsidade, desonestidade, racismo, medo, egoísmo, desejos de vingança, vai colher (atrair) processos obsessivos, portanto, a terapia é elevação moral e mental.

2)Eu sou DONO dos meus pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes, eu posso escolher os meus caminhos, eu posso repelir os maus pensamentos, eu posso repelir os maus sentimentos, eu posso repelir os vícios, eu posso repelir a palavra fútil e viciosa, eu posso repelir as atitudes negativas, eu posso me iluminar, eu posso e devo me torna um discípulo do Cristo, por que, eu tenho o Livre arbítrio, a liberdade para pensar, sentir e agir, portanto, eu sou DONO de mim mesmo, nenhum espírito obsessor pode me controlar, nenhuma magia, macumba ou bruxaria pode me afetar.
O livre arbítrio me fez dono de mim mesmo, meu destino, minha evolução e minha vida, quem CONSTRÓI sou eu.
A culpa básica da Obsessão é mais do obsidiado do que do obsessor, por que, nós PERMITIMOS que os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores se aproximem de nós, pelas nossas imperfeições morais, maus pensamentos, maus desejos, vícios, maus hábitos e atitudes negativas, basta eu elevar meus pensamentos e sentimentos e praticar boas ações, que eu vou afastar gradativamente os maus espíritos.
Perguntamos, seu Livre arbítrio é seu ou dos espíritos obsessores???
Se eu tenho o meu Livre arbítrio, eu posso controlar minha vida, eu posso controlar meus pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes.
Livre arbítrio é liberdade para pensar, sentir e agir.
Os maus espíritos se aproximam de nós, por que, nós PREMI TIMOS que eles entrem em sintonia com a nossa mente, não devemos esquecer nunca isso, o vampiro só entra em sua casa se você convidar ele, da mesma forma, os maus espíritos só entram em sua casa Mental se você CONVIDAR eles com seus maus pensamentos, vícios, maus desejos, maus hábitos e ações negativas.
Portanto, somos nós que convidamos os espíritos desencarnados para entrar em Sintonia com a nossa Mente, vamos CONVIDAR (atrair) os Espiritos de Luz, com os convites dos bons pensamentos, bons sentimentos, boas palavras, boas atitudes.

3) Uma outra questão. Deus só pode me proteger, se eu estiver numa faixa vibratória eleva e positiva, dessa forma os Bons Espiritos podem entrar em sintonia com a minha mente, eles se aproximam de nós e nos ajudam com seus fluidos puros e benéficos e dando boas inspirações para fortalecer moralmente as pessoas.
Vamos concluir, que a proteção espiritual quem faz é a própria pessoa com seus pensamentos e conduta moral.
Pela Lei de Causas e efeitos cada pessoa colhe o que planta, a cada um segundo as suas Obras, portanto, se eu planto maus pensamentos, maus sentimentos, vícios e ações negativas, eu vou Colher (atrair) a assistência espiritual dos maus espiritos, pelo uso do Livre arbítrio eu vou determinar que tipo de assistência espiritual eu vou ter.

Existe alguns espíritas que falam, que existe processos obsessivos que são muitos difíceis de obter a cura, quando eu falo que é difícil, eu estou ajudando os espíritos perturbadores e obsessores.
Perguntamos, quem é mais forte o Bem ou o mal??
O Livre arbítrio é do obsedado ou dos obsessores??
O Mestre Allan Kardec é bem claro, são as imperfeições morais da alma que atraem os maus espíritos, portanto, se o obsidiado procurar combater as suas imperfeições morais de forma gradativa, ele vai fechar a porta da sua mente para os espíritos obsessores, não dando campo de aproximação eles não tem como entrar em sintonia com a nossa mente.
O obsidiado tem que receber ajuda de pessoas esclarecidas e de formação moral positiva, dessa forma vamos atrair os Bons espíritos e eles vão nos ajudar na cura.
Para fechar, quem é mais forte Deus ou os espíritos obsessores???



   23/01/2014 @ 21:37:17
Comentário de: Wilson [ Visitante ]
O problema da Obsessão que é uma enfermidade psíquica, causada por espíritos inferiores, pertubadores e obsessores do plano astral ou mundo espiritual. Existe muitos espiritos maldosos e vingativos que procuram obsidiar os encarnados que são invigilantes com a sua Conduta Moral. A causa da Obsessão está nas imperfeições morais das pessoas, são os maus pensamentos, vícios, maus desejos, maus hábitos e atitudes negativas, que atraem pela Sintonia vibratória os espiritos obsessores do mundo espiritual, para afastar os maus espíritos, só existe um caminho Aprimoramento Moral e Mental, temos que procurar viver de uma forma correta, honesta e digna, com pensamentos elevados e nobres e praticar o bem e as Virtudes. O Bem repele o mal. Tudo depende da Sintonia Vibratoria dos pensamentos e sentimentos, atraímos bons ou maus espíritos, conforme, o padrão moral dos nossos pensamentos e sentimentos. Pela Lei das Atrações psiquicas, os semelhantes atraem os semelhantes, é por isso, que devemos praticar as Virtudes, ser bom, ser correto, ser honesto, ser trabalhador, ser cordial, ser solidário, ajudar os fracos e doentes, combater os vícios, combater os maus desejos, combater os maus hábitos, amar e respeitar os Animais, cultivar pensamentos elevados e puros, dessa forma a pessoa repele naturalmente os maus espíritos e atrai os Espíritos de Luz, o bem atraindo o bem. O vicio da bebida, do cigarro, da gula,do jogo e das drogas, são portas abertas para os maus espíritos, existe muitos espíritos desencarnados que ainda mantem esses vicios no plano astral, como eles não têm mais o corpo fisico para saciar tais vicios e desejos, eles procuram algum encarnado que tenha os mesmos vicios e desejos, eles se encostam no encarnado que está bebendo ou fumando e vão sugar os fluidos da nicotina ou do álcool, num processo chamado de Vampirismo psiquico, os viciados terrenos são Vampirizados por espíritos obsessores. É por isso, que devemos ter uma vida terrena pura, digna e correta, praticando o bem e as Virtudes, para podermos afastar os maus espiritos e os vampiros psiquicos do plano astral. O Mestre jesus chamou esses espíritos de espíritos imundos, devido as suas impurezas morais. Essas forças do mal podem provocar acidentes, brigas, crimes, eles conseguem intuir ou inspirar maus pensamentos na mente das pessoas, levando as pessoas a cometerem coisas erradas e nocivas. A causa da Obsessão está nas nossas imperfeições morais é por isso que devemos ter uma vida pautada por principios Morais elevados, não existe milagres e nem proteções divinas, a proteção espiritual quem faz é a propria pessoa, conforme seus Pensamentos e Conduta Moral. O uso de velas, amuletos, talismã, roupas brancas, imagens de santos, terços, são tudo baboseiras criadas pelo misticismo religioso, é no pensamento elevado e firme no Bem e na Conduta moral reta, que vamos afastar esses espíritos imundos, a escuridão não suporta a Luz. E nós somos filhos da Grande LUZ. Esse é um pequeno resumo sobre o problema da Obsessão.. Meus amigos vamos praticar sempre o Bem e as Virtudes esse é o caminho.

Os maus espíritos não têm nenhum poder sobre as pessoas de Bem, os bons pensamentos, os sentimentos elevados e as atitudes corretas e honestas, vão sempre repelir as influências espirituais negativas, o Bem é mais forte que o mal, são as nossas imperfeições morais que atraem os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores, portanto, a nossa luta é contra as nossas imperfeições morais, combatendo elas os maus espíritos se afastam gradualmente. Assim como as moscas farejam as chagas do corpo, os maus espíritos farejam as chagas morais da alma, para afastar as moscas basta limpar o corpo das suas impurezas físicas, da mesma forma, a pessoa se depurando das suas impurezas morais, ela consegue repelir os espíritos perturbadores e obsessores.
É na elevação moral dos pensamentos e sentimentos e na prática sincera do Bem e das Virtudes, que está a Defesa psíquica contra os maus espíritos.
Não adianta usar amuletos, talismã, velas, roupas brancas, imagens de santos, palavras sacramentais, sinais cabalísticos, nada disso funciona, tudo reside em nossos pensamentos e sentimentos.

Wilson Moreno.
   23/01/2014 @ 21:35:39

Deixe um comentário

Estado dos novos comentários: Publicado





Sua URL será visualizada.


Entre com o código contido nas imagens


Texto do comentário

Opções
   (Salvar o nome, email e a url em cookies.)