Últimos comentários

Eu estava a pouco andando por ...

03/04/2017 @ 14:12:51
por Pedro


Preciso de ajude vcs podem atender ...

13/07/2016 @ 01:15:10
por Giseli Martins


Evite o dreno de energia. *Proteja ...

04/07/2016 @ 14:53:51
por Kirk is out


gostei do texto simples e de ...

02/12/2015 @ 15:28:39
por Pedro Américo Santos de Menezes


não acredito... o paradoxo de deus ...

22/09/2014 @ 18:11:48
por seis tudo come bos**


Calendário

Agosto 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
 << < > >>
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Quem está conectado?

Membro: 0
Visitantes: 3

Anúncio

rss Sindicação





31 Out 2015 - 19:34:28

Desdobramento


O desdobramento espontâneo pode mostrar um caráter medianímico, ou não. Caracteriza-se como medianímico, quando serve à manifestação de uma vontade estranha à do sujeito (médium), com vistas à orientação ou esclarecimento, ou, até, à mera comprovação da sobrevivência espiritual. Trata-se, aliás, de um fenômeno bem comum entre os médiuns de incorporação, que, em se desprendendo e chegando ao desdobramento, facilitam mais a ação do Espírito comunicante sobre seu equipamento físico, acompanhando, conscientemente, todo o processo, que não deixa, aliás, de receber, quase sempre, sua influência e sustentação.  

O desdobramento induzido difere do espontâneo, por resultar de uma ação específica  que  deflagra  o  processo.  O  sujeito  pode  ser  induzido  ao desdobramento  magneticamente  ou  hipnoticamente,  apresentando-se  mui tênues,  na  verdade,  as  diferenças  entre  os  dois  processos, facilmente confundíveis, aliás, e não sendo raro, até, que ambos sejam empregados conjugadamente numa mesma operação. A indução magnética é normalmente aplicada pelos Espíritos, em tarefa de ajuda aos médiuns, especialmente para que consigam desprender-se e, se for o caso, desdobrar-se, facilitando aos comunicantes o uso de seu equipamento físico para o trabalho psicofônico e psicográfico, entre outros.
O desdobramento (que nada tem a ver com que se conhece em Neurologia, como sensação de “despersonalização”) é hoje não só plenamente reconhecido, como estudado por pesquisadores de importantes centros. O perispírito pode apresentar-se bi-corpóreo, ou seja, com um outro corpo, de forma igual ao do físico, fluídico, com maior ou menor densidade, mas suscetível de ser visto e, até, tocado.
Raros Espíritos encarnados conseguem absoluto domínio de si próprios, em romagens de serviço edificante fora do carro de matéria densa .  Habituados à orientação pelo ante qualquer surpresa menos agradável, na esfera de fenômenos inabituais, procuram instintivamente o retorno ao vaso carnal, à maneira do molusco que se refugia na própria concha,  diante de qualquer impressão em desacordo com os seus movimentos rotineiros.
Nem todo “desprendimento” significa desdobramento.
Pode ser espontâneo ou induzido (provocados magnética ou hipnoticamente).
Site:  Espiritismo – Conceitos

rosanemerat · 313 vistos · 0 comentários
Categorias: ABC do Espiritismo

Link permanente para o artigo completo

http://conhecimentoespirita.bloggratuito.net/Luz-do-Conhecimento-b1/Desdobramento-b1-p432.htm

Comentários

Este artigo ainda não tem Comentário ...


Deixe um comentário

Estado dos novos comentários: Publicado





Sua URL será visualizada.


Entre com o código contido nas imagens


Texto do comentário

Opções
   (Salvar o nome, email e a url em cookies.)